Área do Associado
Esqueceu sua senha. Clique aqui
Fechar
Esqueceu sua senha?
Digite seu e-mail e lhe enviaremos uma nova senha.
Enviado com sucessso !
Verifique seu e-mail.
E-mail não encontrado
Fechar
Faça seu Login e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

Acompanhe

Notícias do instituto
Voltar
Horários de Apresentação dos Vencedores do VI Prêmio José Bonifácio de Andrada e Silva - 22 de Maio

APRESENTAÇÃO DOS VENCEDORES DO VI PRÊMIO JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADA E SILVA

 

*Os candidatos que ficarem em primeiro lugar deverão apresentar seus ensaios no dia 03 de junho de 2017, a partir das 17h30min, sob pena de não receberem a premiação constante no Edital do Prêmio José Bonifácio de Andrada e Silva 2017.

 

I- CATEGORIA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO

1º Alisson Guilherme Zeferino. A resolução de controvérsias entre estados e investidores estrangeiros e a busca pelo melhor padrão de proteção ambiental no âmbito do acordo de ampliação econômicocomercial entre Brasil e Peru.

Graduando da Universidade Comunitária da Região de Chapecó – UNOCHAPECÓ

 

II- CATEGORIA ESTUDANTES DE ESPECIALIZAÇÃO

Letícia Maria Rêgo Teixeira Lima. Princípio da vedação ao retrocesso socioambiental aspectos teóricos e  jurisprudenciais.

Estudante de Especialização em Direito Ambiental pela Pontifícia Universidade do Rio de Janeiro - PUC-Rio.

 

III-  CATEGORIA ESPECIALISTAS

1º Ludmilla Dematte de Freitas Coutinho.  Estações de Rádio-Base localizadas em áreas críticas: da superveniência de norma proibitiva e da utilização do licenciamento e da fiscalização ambiental como instrumentos de controle e gestão do meio ambiente urbano

Especialista em Direito Urbanístico e Ambiental, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG)

 

IV- CATEGORIA ESTUDANTES DE MESTRADO

 1º Daniela Marques de Carvalho de Oliveira. Operação Urbana Consorciada “Porto Maravilha”: finalidade turística e agravamento de vulnerabilidades sociais impossibilitam efetividade do  direito à cidade sustentável

Mestranda em Teoria do Estado e Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO).

 

V- CATEGORIA MESTRES

 1º Cristian Graebin. A instrumentalização do animal não humano como paradigma influenciador na  jurisprudência brasileira: avanços ou estagnação?

Mestre em Sociologia do Direito pela Universidade La Salle/Canoas (UNILASALLE/Canoas).

 

V- CATEGORIA ESTUDANTES DE DOUTORADO

João Paulo Rocha de Miranda. A inconvencional legitimação do colonialismo biocultural dos conhecimentos tradicionais associados à biodiversidade na era do antropoceno: um estudo a partir do caso da rã-kambo

Estudante de Doutorado da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)

 

VI- CATEGORIA DOUTORES

1º Felipe Franz Wienke. Em busca de caminhos para a transição agroecológica: as estratégias de Pagamento por Serviços Ambientais como mecanismo político-jurídico para a produção agrícola sustentável no direito brasileiro e comparado.

Doutor pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Fonte: Instituto O Direito por um Planeta Verde
Instituto "O Direito por Um Planeta Verde" © 2008
Rua Dr. Amâncio de Carvalho, 416 | Vila Mariana | São Paulo/SP
Telefone: (11) 5575.4255 | Fax: (11) 5575.8072
Redes Sociais Facebook